Moleque goleia Inter e marcha para o acesso

Futebol Profissional Imprensa 

juvexinter-6

Por Vitor Guedes

Em jornada inspirada, o Juventus goleou a Internacional de Limeira por 4 a 0, e assumiu a liderança do Grupo 2, com quatro pontos e quatro gols de saldo.

A Votuporanguense, que bateu o Osasco por 3 a 1, tem a mesma pontuação que o Moleque e um saldo inferior, de 2 gols.

E quem chegou um pouco atrasado, só viu metade dos gols. Isso porque aos 06 minutos já estava 2 a 0, gols de Gil e Adiel. A Javari explodiu de alegria.

Apesar da vantagem folgada aberta logo no início, o Juventus não quis saber de administrar o placar e não parou de atacar. E teve muitas chances de ampliar no primeiro tempo. Em uma delas, Daniel Costa aproveitou na entrada da área e fez um belo gol: 3 a 0.

No segundo tempo, o Moleque Travesso fez mais um com Nathan, e o placar ficou em 4 a 0. Ótimo resultado. Merece registro uma puxada do lateral Lucas Pavone: a bola, caprichosamente, beijou na trave. Pena! Seria o gol da rodada! A goleada não caiu do céu. Foi uma atuação convincente, à altura de quem liderou toda a fase de classificação.

O sistema defensivo funcionou apesar dos desfalques do capitão Rafael Ferro e do volante Fellipe Nunes. O goleiro André Dias, destaque juventino na campanha, foi pouco exigido na partida, mas também apareceu no final com uma grande defesa para ser aplaudido pela torcida.

O treinador Rodrigo Santana tem motivos para estar feliz com a produção coletiva. Prova de que a equipe como um todo foi bem é que foi difícil escolher o melhor em campo. Nathan e Gil foram votados, e Adiel acabou vencendo o prêmio oferecido pela Esfiha Juventus ao craque da partida.

A equipe grená volta a campo domingo, às 10 horas, em Votuporanga, contra a Votuporanguense.

Ficha técnica:

Juventus: André Dias; Charles, Léo, Salinas e Lucas Pavone (Edílson Orinho); Derly, Ataíde, Adiel e Daniel Costa (Rafael Branco); Nathan (Diogo) e Gil.

Técnico: Rodrigo Santana

Inter: Nunes; Luan, Rodrigão (Léo Gonçalves), Murilo Henrique e Boré; Carlão, Geovane, Ewandro (Fábio Leite) e Marcelinho (Pablo); Marcão e Danilo Pereira.

Técnico: Betão Alcântara.

Gols: Gil, Adiel, Daniel Costa e Nathan